Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Pequena Reikiana

Um blog de uma reikiana em constante aprendizagem...

A Pequena Reikiana

Um blog de uma reikiana em constante aprendizagem...

Voltar ao passado pode ser benéfico

lost-places-3035877_960_720.jpg

 

No outro dia algo me fez "voltar ao passado". Voltar a épocas que estavam guardadas a sete chaves no fundo da minha cabeça.

 

Às vezes isso acontece. Seja uma música, uma foto, algo que vemos na rua, lembramo-nos do passado. No meu caso foi uma música. Uma simples música aleatória que apareceu e que me fez "voltar ao passado". Com toda a força.

 

E confesso que passei algum tempo "no passado". A pensar, a refletir, de certa forma a reviver tudo o que vivi noutros tempos e com outras pessoas. Pessoas de quem gostava muito, alturas em que fui muito feliz e onde tudo parecia diferente e mais fácil.

 

E, incrivelmente, por momentos, voltei a ser feliz da mesma maneira. Não me tinha apercebido do quanto algumas coisas eram, realmente, importantes para mim. E decidi que é por elas que vou lutar. Decidi que irei fazer o que estiver ao meu alcance para voltar a ser o que era, agora, mais velha, com mais experiência, mas voltar a ser EU. O eu que estava esquecido no meio da correria do dia-a-dia, do stress diário e dos problemas vindos de todos os lados.

 

Não foi preciso nada de especial, nenhuma ajuda. Bastou eu própria dedicar algum tempo a refletir sobre o passado e ver o quanto mudei e onde devia ou não ter mudado. Porque a mudança é positiva, mas, às vezes, pode ser benéfica ou não para nós, enquanto seres humanos individuais com desejos, necessidades, expetativas, qualidades, defeitos e manias.

 

O engraçado disto tudo é que não me parece que tenha sido por acaso. Parece que "alguém" simplesmente plantou aquela música na minha vida para me fazer voltar ao passado e me relembrarem de quem sou de verdade. E, seja lá quem foi, OBRIGADA.

 

Seja criticada, seja colocada entre a espada e a parede, vou em frente. Este regresso ao passado teve esse efeito em mim. E quem me quiser seguir, será bem vindo. Quem não quiser, pode encontrar o seu próprio caminho. Porque eu aprendi o que é o verdadeiro desapego.

 

Reviver o passado na nossa cabeça nem sempre é positivo. É claro que nos lembramos de coisas que prefreríamos manter guardadas num cofre a sete chaves, mas também nos lembramos de momentos felizes. E eu lembrei-me do que me fazia feliz, daquela que esteve "escondida" estes anos todos. E, por momentos, voltei a essa época. Voltei a ter os mesmos sentimentos, os mesmos gostos, a mesma vontade e determinação.

 

Voltar ao passado, a mim, fez-me bem.

 

Experimentem. Tenho a certeza que voltarão também mais aliviados e felizes para o presente.

2 comentários

Comentar post