Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Pequena Reikiana

Um blog de uma reikiana em constante aprendizagem...

A Pequena Reikiana

Um blog de uma reikiana em constante aprendizagem...

Às vezes, precisamos apenas de descansar

photo-1438979315413-de5df30042a1.jpg

 

Com a correria do dia-a-dia, entre trabalho, casa, amigos, família e sei lá mais quantas responsabilidades, esquecemo-nos do mais importante: nós próprios.

 

Até podemos dizer que fazemos algumas coisas por nós, como descansar 15 minutos no sofá, ir ao cabeleireiro, ir ao ginásio ou simplesmente cantar no duche. Mas será que isso significa, verdadeiramente, tempo para nós?

 

Recentemente, fui obrigada a parar. O excesso de carga em cima de mim acabou por resultar numa série de pequenos incidentes que me deitaram abaixo fisicamente e psicologicamente. Foi o sinal do meu corpo para dizer “PARA”. E eu ouvi.

 

O nosso corpo tem formas estranhas de nos dizer as coisas e, na maior parte das vezes, não o ouvimos. Temos uma pequena dor de cabeça, achamos que não é nada. A dor de cabeça vai e vem, tomamos um comprimido e esquecemos o assunto.

 

Nunca pensamos que a dor de cabeça pode significar que estamos a dormir pouco, que é o nosso corpo a alertar-nos para algo que está errado. Está-nos a dizer que não estamos a cuidar dele decentemente e, raramente, o ouvimos.

 

Nunca pensamos que aquela constipação que apanhamos, significa que estamos mais debilitados, que precisamos de reduzir a velocidade e refugiar-nos apenas em nós próprios. Não nos lembramos que aquela dor na perna pode significar que estamos a exercer demasiado esforço sob nós próprios.

 

Normalmente, só ouvimos com atenção o nosso corpo quando algo de grave nos acontece. Contra mim falo, que sou exatamente assim. Mas aprendi, ao longo do tempo, a dar um bocadinho mais de atenção a alguns sinais.

 

Todos precisamos do nosso momento. Seja apenas para estar deitado no sofá, ver um bom filme, ouvir música, ou meditar: precisamos do nosso tempo. O nosso corpo e a nossa mente precisam de descanso da constante troca de mensagens no Facebook, dos likes e comentários. Precisamos de descanso do stress diário em que nos colocamos. Precisamos de deixar de tentar mostrar algo aos outros e tentar encontrar-nos a nós próprios enquanto pessoas. Porque, na maior parte das vezes, queremos transmitir o que não somos, não porque temos vergonha de algo, mas, pura e simplesmente, porque não sabemos quem somos na realidade.

 

O nosso momento é fundamental para nos encontrarmos, para vermos onde temos de melhorar, o que podemos mudar ou o que temos de abandonar. O nosso momento é o momento em que, sozinhos, entramos em contacto connosco próprios, no verdadeiro sentido da palavra, sem interferências externas nem segundas opiniões.

 

Por isso, ouçam o vosso corpo. Relaxem. Tirem o máximo partido do vosso tempo. Vão ver que vale a pena.