Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Pequena Reikiana

Um blog de uma reikiana em constante aprendizagem...

A Pequena Reikiana

Um blog de uma reikiana em constante aprendizagem...

A privacidade e a partilha

summerfield-336672_960_720.jpg

 

Quando criei este blog admito que nunca pensei que chegaria a tanta gente. Foi algo impulsivo, que comecei quase por brincadeira e que nunca pensei que se tornasse numa coisa tão séria na minha vida.

 

Escrever sempre foi uma das minhas paixões, partilhar opiniões também. Conjugando isso, e querendo eu abordar o tema do reiki de uma forma mais pessoal e diferente de tudo o que encontrava na Internet, pareceu-me o passo mais lógico.

 

Mas, à medida que o blog foi crescendo, que os seguidores começaram a aumentar, que as visualizações se mantém numa média mesmo sem colocar textos novos, comecei a entender que realmente isto já não era uma brincadeira e que tinha de ser levado mais a sério porque, da mesma forma que eu senti necessidade de encontrar informações pessoais e diferentes sobre reiki, havia, pelos vistos, mais pessoas na mesma situação. E comecei a sentir o peso dessa responsabilidade.

 

Claro que outros temas, além do reiki, foram surgindo. Era inevitável, princiapalmente porque eu sou uma pessoa de querer saber sempre mais sobre diversos temas, e, sobretudo, porque comecei a entender que há áreas e temas que se encaixam perfeitamente no reiki e neste blog, e que ajudam até a complementar algumas informações. Depois, passei a dar a minha opinião sobre diferentes temas, desabafos, tornei este o meu pequeno cantinho onde falava sobre o que queria ou me sugeriam.

 

Mas, confesso que há dias em que isso me assusta. Porque acho que, por vezes, me estou a expo demasiado e eu sou totalmente o contrário disso. Sou aquela pessoa que gosta de passar despercebida, que não gosta de atenção nem que saibam demasiado sobre mim. E dou por mim a contar situações pessoais, muito pessoais, neste espaço que criei e que é lido por pessoas que desconheço.

 

E isso assusta-me. Há alturas em que penso que não devia ter dito isto ou aquilo, que estou a expor-me demasiado, a ser sujeita a avaliação de pessoas que não me conhecem de todo, apenas sabem o que coloco aqui e interpretam como querem. Expor a nossa vida pessoal e os nossos acontecimentos não é fácil... pelo menos para mim.

 

Mas depois há o reverso da moeda, como em tudo na vida. Há os conhecimentos que fui adquirindo através do blog, as diferentes perspetivas que encontrei e que me fizeram questionar, o facto de ver que há muita gente que pensa como eu e que tem os mesmos receios, dúvidas e filosofias de vida e que, por isso mesmo, procuram este blog. Descobri outras formas de ver as coisas e pessoas fabulosas através deste blog e, acima de tudo, ajudou-me a crescer pessoalmente. 

 

Por isso, colocando numa balança, acredito que o blog me trouxe mais coisas boas que más, e que a exposição, essa, sou eu que a tenho de tentar controlar ao máximo ou aceitar. Ainda é algo que tenho de trabalhar mas sinto que o meu caminho é por aqui. Nunca quis ter um blog para debitar informação. Quero sim tornar este espaço um local de discussão de temas e perspetivas, de opiniões e de partilha de conhecimentos. E espero que continuem a gostar como até aqui.

 

Grata a todos os que me têm dado palavras de incentivo, que têm partilhado as suas opiniões comigo e, principalmente, grata a quem, através deste blog, se tornou quase num amigo.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.